14 e 15/9 SÃO PAULO

Saiba como foi
o seminário
Leia tudo sobre os debates do seminário

O quê

Nas crises, uma das primeiras vítimas é a capacidade de encarar o futuro com esperança e otimismo. Em parte, porque não entendemos o que está acontecendo a nosso redor. Presenciamos perplexos a fragilização de conceitos tradicionais de classe, partido e religião no âmbito da chamada prosperidade econômica que, a reboque da globalização e do avanço tecnológico, aumentou não só as diferenças entre ricos e pobres, mas também o número de desempregados, além de provocar deslocamento de populações, flageladas pela nova ordem econômica.

Não surpreende – mas preocupa – a recrudescência de rancores, ódios, intolerância e xenofobia, sentimentos que envenenam as relações entre pessoas, povos e países. Assustam, também, as propostas de solução que se embriagam de simplificações, como se a sobrevivência de uns pudesse compensar as provações dos outros. É a hora dos extremismos, do fundamentalismo, visões caolhas do mundo que conspiram contra um dos pilares da civilização moderna, a democracia.

É em momentos como este que se escrevem as grandes páginas da história. Seja pelas mãos de lideranças políticas, seja pelo vigor de movimentos sociais, seja pelo conluio de ambos atores, de todo comprometidos com a construção do futuro, a tarefa a cumprir implica combater os impulsos alimentados pelos sectarismos e, ao mesmo tempo, favorecer o primado da razão, do poder iluminante das ideias, da reflexão livre de verdades prontas e capaz de desmontar preconceitos e inibir exclusões, na busca de caminhos alternativos e consensuais de saída da crise.

Ninguém questiona a extensão e a complexidade da crise que vem assolando o Brasil nos últimos tempos. Resolvê-la só pelo viés do jogo político ou pelo arsenal de respostas dos economistas poderá ser tão efetivo quanto evitar as guerras com propostas militares de paz.

O Deputado Roberto Freire propôs e o Senador José Aníbal concordou com a convocação de um seminário em que se discutissem os desafios políticos que tanta desestabilização tem provocado nesse começo do terceiro milênio.

O patrocínio da Fundação Astrojildo Pereira (FAP) e do Instituto Teotônio Vilela (ITV), centros de estudo e formação política ligados ao Partido Popular Socialista (PPS) e ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), respectivamente, de forma alguma antecipa tratamento político-partidário dos temas. Apenas identifica os promotores originais da iniciativa que, para legitimar-se – estabeleceu-se desde o início – teria de congregar personalidades do universo político, acadêmico e jornalístico do Brasil e do mundo e buscar lançar alguma luz sobre os temas de interesse comum da sociedade.

André Amado , secretário executivo do seminário

Quem

Para discutir alguns dos principais temas que pautam o debate público nacional e mundial, foram convidados intelectuais, acadêmicos, políticos e jornalistas do Brasil, da Europa e da América do Sul, autores de estudos, artigos e livros que encaram os principais desafios do mundo contemporâneo. Confira na lista abaixo

.

Quando

O seminário promoveu debates sobre assuntos da maior relevância no mundo contemporâneo, como a crise de representatividade da política, a globalização, a revolução da tecnologia e seus efeitos no mercado de trabalho e as ações de combate à corrupção e de fomento à transparência, entre outras questões

14/9

  • 14h - Abertura
  • 15h - Reinventando o Estado Democrático
  • 16h30 - Crise de representação política e o futuro da democracia

15/9

  • 9h - A globalização e a mudança da estrutura das sociedades
  • 11h15 - A revolução tecnológica e o mercado de trabalho
  • 15h - Mãos Limpas e Lava Jato, relações de força e limites
  • 17h - Encerramento

Por quê

Saiba tudo o que foi debatido durante o seminário, assim como o que os palestrantes têm pensado e publicado sobre os principais temas que serão debatidos

Onde

O seminário foi realizado no Hotel Maksoud Plaza, localizado no coração da capital paulista

Rua São Carlos do Pinhal, 424 – Bela Vista
CEP: 01333-000 – São Paulo – SP

Tel.: +55 11 3145-8000
Toll Free: 0800.13.44.11
Fax: +55 11 3145-8001
http://www.maksoud.com.br

Heliponto:
* 23° 33’ 47” S / 46° 39’ 04” W